Persona – gem.

Eu lhe disse certa vez, amor, que eu era uma mera personagem.

Era a isto que eu estava vinculada – uma estranha relação de vinculação com algum tipo de vontade, a qual estaria acima de mim e sobre mim, irresistível e fatalmente – e a mim caberia apenas… Fingir. Fingir conforme me fosse dito. Resistir? Jamais. E digo mais – para quê?

Trabalhoso seria agir por mim. Basta que persista esta restritestranha relação de troca: a ele(a) tudo, a mim nada.  Segundo, claramente, os merecimentos de cada um. O que mais? Cabe a mim querer mais pedir ou de vez pedir?

Trabalhoso seria ter que eu mesma, por mim mesma, em estrita relação de solidão comigo mesma, pensar em todas as respostas – em atos – para estímulos – outros atos.  A mim cabe apenas agir – atuar – nos conformes que pareçam bons a ele(a) que está sobre mim – amém. Trabalhoso seria por que necessário seria transpor o impossível. O impossível…

 

O impossível?

Assunto constante das conversas comigo mesma são os referentes às religiões e a sistemática imposição e classificação de condutas que delas advém… Outra não é a minha realidade. Mas, ao pensar um pouco mais, consigo perceber que este tipo de conseqüência não nasce apenas a partir de religiões; nasce de qualquer conjunto de valores que adotamos – consciente ou inconscientemente. É a eles que consultamos antes de qualquer movimento, do mais simples ao mais brusco, que nos permitimos fazer. Ainda que sejam valores de liberdade, valores libertários, os que adotamos, estamos no mínimo a eles vinculados, à construção da ideia de liberdade. Aonde e como a verdadeira liberdade? “liberdade, também (ou apenas?) uma ideia”.

 

(imagem: S. Peter). E liberdade…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: